Cidades históricas – Cultura & Entretenimento

Cidades históricas – Cultura & Entretenimento

Investimento em cidades históricas, fomentando a cultura, arte e entretenimento, permite a preservação da memória nacional e estimula o desenvolvimento da economia local.

Ao longo de todo o país cidades históricas oferecem uma alternativa para o turismo aliando cultura e educação. Além de trazerem um clima diferente de grandes metrópoles, com maior tranquilidade, um ritmo menos acelerado.

Minas Gerais, Pernambuco, Rio de Janeiro são bons exemplos de estados brasileiros que abrigam verdadeiros museus a céu aberto como Paraty-RJ, Ouro Preto-MG, Olinda-PE, Petrópolis-RJ.

Promoção de cultura e entretenimento é responsável por alavancar o crescimento econômico e social desses municípios, aliando a preservação do Patrimônio Cultural e o desenvolvimento sustentável, em ações transversais entre as diversas políticas públicas, como turismo, educação e geração de emprego e renda.

Ao longo do ano, para além do carnaval e réveillon — duas das maiores festas do Rio de Janeiro, o calendário de eventos no RJ é generoso.

A Festa do Colono Alemão, acontece durante dez dias, a cidade histórica de Petrópolis recebe atrações folclóricas de imigrantes alemães e celebra a ocasião com cerveja, música, dança e comida típica.

E não é preciso aguardar o festival para conferir a cultura germânica na cidade, pois todo domingo há apresentações culturais no Pátio do Museu Imperial, em Petrópolis.

Feira Literária de Paraty – FLIP

Durante 5 dias de julho, a cidade histórica de Paraty recebe nomes importantes da literatura portuguesa e internacional. A Tenda dos Autores é o local onde há uma troca cultural intensa, o que enriquece ainda mais o cenário lírico da pequena vila litorânea.

Com programação de shows e concertos em igrejas, casarões, praças e nas fazendas históricas, o Festival Vale do Café é uma das maiores festas do interior do RJ. O festival costuma acontecer no inverno, em julho em fazendas do interior do RJ, como em Barra do Piraí, Vassouras, Rio das Flores e Valença

Para quem gosta de lugares frios para curtir o inverno, entre julho e agosto, acontece o Festival Sesc de Inverno, com ampla programação cultural às cidades serranas do RJ com unidades do Sesc, como é o caso de Petrópolis, Itaipava, Teresópolis e Nova Friburgo.

O Festival da Cachaça, Cultura e Sabores acontece no mês de agosto na cidade de Paraty/RJ. Durante uma semana, é possível provar da boa e velha cachaça produzida no município, a autêntica “Cachaça de Paraty” dos alambiques da região.

Em setembro, a região turística da Serra Verde Imperial abre alas para a cultura italiana. A Serra Serata conta com vasta programação musical e folclórica, com dança, teatro, bandas marciais, artesanato, exposições, atividades para as crianças pequenas, filmes italianos, além é claro do melhor da gastronomia italiana. A festa acontece no Palácio de Cristal, em Petrópolis/RJ.

O festival gastronômico de Petrópolis figura entre as melhores festas do gênero no Brasil, sendo um dos maiores eventos do interior do RJ, mesmo com datas na baixa temporada, em novembro.

O extenso calendário de eventos nessas cidades e citamos aqui apenas as do estado do Rio comprovam que com investimento bem aplicado em cultura, arte e entretenimento cidades pequenas mantém bom nível de desenvolvimento econômico.

Utilizando mão de obra local e construindo dessa maneira uma economia de cultura sustentável nossas cidades históricas são potências de enriquecimento cultural e geração de riqueza.

Essas pequenas cidades seguem provando que investir em cultura é sim um excelente negócio!

 

Por |2019-05-20T22:26:24-03:0016 maio 2019|burburinho|0 Comentários

Deixe um comentário