fbpx

Museus e o sistemas de tour virtual – Arte e Cultura contra o tédio

Museus e o sistemas de tour virtual – Arte e Cultura contra o tédio

Quarentena significa ficar em casa.

Por que ficar em casa? Para tentar frear a disseminação do coronavírus para que o sistema de saúde consiga lidar com o número de pacientes.

Ninguém disse que ia ser fácil! Se você aderiu ao isolamento voluntário sabe que o tédio pode ser uma das maiores dificuldades nesse processo. Mas, o distanciamento social, continua sendo o método mais eficaz de frear o avanço da doença e o colapso do sistema de saúde brasileiro.

A cultura é sempre um bom caminho para higiene mental e diversão. Portanto temos algumas dicas de tours virtuais por alguns museus nacionais e internacionais que podem animar você e sua família. 

O Google Arts & Culture disponibiliza nos meios digitais exposições artísticas dos mais renomados museus ao redor do mundo.

O MAM Rio, criado em 1948, é dedicado à vanguarda e ao experimentalismo. Abrigou parte considerável dos movimentos artísticos brasileiros, como o Grupo Frente (1954), o Neoconcretismo (1959), a Nova Objetividade Brasileira (1967), o Cinema Novo (anos 1960), o Cinema Marginal (anos 1970), o curta-metragismo e o documentarismo independentes (anos 1970-1980) e o Cinema Experimental Contemporâneo (anos 2000).

Para acessar o acervo do MAM Rio dentro da iniciativa do Google clique aqui.

Criado oficialmente em 1937 por Decreto do presidente Getúlio Vargas, o Museu Nacional de Belas Artes conjugou a ocupação do prédio com a Escola Nacional de Belas Artes até 1976. 

Ocupando atualmente uma área de 17.000 m2, o Museu Nacional de Belas Artes/Ibram/MinC constitui-se num vigoroso centro irradiador de conhecimento e divulgação da arte brasileira.

Para acessar o acervo do Museu Nacional de Belas Artes dentro da iniciativa do Google clique aqui.

Fundado em 1947 pelo empresário paraibano Assis Chateaubriand, o Museu de Arte de São Paulo, localizado no icônico prédio vermelho com um imenso vão térreo, é uma das mais importantes instituições culturais brasileiras. 

Para acessar o acervo do MASP dentro da iniciativa do Google clique aqui.

A Pinacoteca foi fundada pelo Governo do Estado de São Paulo em 1905 e é o museu de arte mais antigo da região, priorizando sempre a arte essencialmente brasileira do século 19 em diante. 

Para acessar o acervo da Pinacoteca do Estado dentro da iniciativa do Google clique aqui.

Museus internacionais também podem ser visitados virtualmente:

As infinitas galerias do Louvre podem ser visitadas on-line, com visão 360º, através do site oficial. Clique aqui.

British Museum – Inglaterra. 

O acervo de um dos mais importantes museus do mundo tem mais de oito milhões de peças. Uma parte delas pode ser vista sem sair de casa, clicando aqui.

Museu do Vaticano – Itália. 

A Capela Niccolina e Sala dos “Chiaroscuri” dos Museus Vaticanos estão agora acessíveis ao grande público, graças aos dois novos passeios virtuais a 360 ​​graus, recém disponibilizados no site oficial dos Museus do Papa.

Graças à moderna tecnologia, também os  espaços museológicos normalmente não visitados, serão acessíveis virtualmente aos visitantes de todo o mundo, que agora poderão chegar ao coração do Palácio Apostólico, para mergulhar na beleza arquitetônica e artística da Capela, obra-prima do Beato Angelico, e da Sala adjacente, usada no século XVI para “consistórios secretos” do Pontífice.

A presença de imagens de alta resolução, bem como a possibilidade de dar zoom nos detalhes, permitem ao visitante viver uma experiência envolvente e emocionante.

O tour virtual da Capela Nicolina e da Sala “Chiaroscuri” soma-se aos já há muito tempo disponível para muitos outros ambientes do museu, das Salas de Rafael à Capela Sistina, do Museu  Chiaramonti ao Pio Clementino e ao Braço Novo.

Tudo isso vai passar, enquanto não passa cuide de si e dos seus com responsabilidade e aproveite Arte e Cultura sem sair de casa, faz bem para saúde. Do corpo e da mente.

Por |2020-07-30T12:08:57-03:008 junho 2020|burburinho, Cultura Online|0 Comentários

Deixe um comentário